quinta-feira, 13 de junho de 2013

Asa

Imagem: http://www.flickr.com/photos/annalisaschiavone/
"Tudo o que é necessário, germina.
Folha, canção, precipício".

André Ricardo Aguiar


ela desfia o mapa
ele espera as chuvas
o beijo espera a face
na asa de um colibri

5 comentários:

António Eduardo Lico disse...

Bela poesia.

Germano Xavier disse...

Bonito.

Adri Aleixo disse...

Uma delícia, Dani.
Beijo...

Mateus Medina disse...

Lindo!

Há de chegar, o colibri.

bjos

Assis Freitas disse...

em tudo há uma espera
um há de vir


cheiro/beijo

Postar um comentário