sexta-feira, 28 de junho de 2013

Nota

Arquivo pessoal de Daniela Delias
dormir, acordar
acender o fogo
alimentar os dragões

nas noites de junho
subverter a pauta
decantar o verso
desejar entre os pelos
a doce violência
que escorre da tua boca

acordar, dormir
permanecer

5 comentários:

Fred Caju disse...

Subverter a pauta sempre.
Até escrevi dias desses umas palavras que talvez te interessem: http://poetasdemarte.blogspot.com.br/2013/06/refrigerar.html

António Eduardo Lico disse...

Bela poesia.
Bom fim de semana.

Assis Freitas disse...

alimentar dragões é uma tarefa singela, assim como permanecer em estado rubro entre soluços de língua


cheiro/beijo

Mateus Medina disse...

Docemente violento, o teu poema =)

bjos

Germano Xavier disse...

Cartilha poética.

Postar um comentário