quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Parto

Imagem: Orquídea - Daniela Delias

a dor de nem sei:

um gemido da carne
sob a presa

um botão que se abrisse
à hora da sombra

a dor de ser fome e alimento
a dor de ser antes do tempo
promessa de flor

3 comentários:

Fred Caju disse...

Germinará.

Maria Midlej disse...

Fred ali acima, pensou igual a mim :3

Já ia comentar que germinará. rs

Lindeza de versos!
Lindeza de blog :)

Um beijo!

Germano Xavier disse...

Meio Ariel, caminho para Plath.

Postar um comentário