domingo, 17 de novembro de 2013

Varanda

Imagem: Daniela Delias

ele abre as janelas de par em par
quer um lugar ao frio
uma varanda de flores lentas

ela, flor qualquer que se erga
ao largo de seus desertos

1 comentários:

Germano Xavier disse...

Eu queria ter escrito este poema!

Postar um comentário