domingo, 29 de março de 2015

Para Said


Google - sem informação de autoria

foi como aquela tarde em Gaza

eu dizia: corra, Ahed
não morra, Zakari
a morte, Mohammed
é um estrondo que vem do mar





1 comentários:

Germano Viana Xavier disse...

Pior de tudo é o depois: fica sempre o menos. Fica menos o mundo. Ficamos menos pessoas. Ficamos menos humanos. Não resta a mesma coisa depois de tais assédios. Faca-grandona amolada e sem-pena, vindo por todos os lados, fragilizando-nos. Quem inventou isso de ser maldade?

Postar um comentário