domingo, 29 de março de 2015

Para Said


Google - sem informação de autoria

foi como aquela tarde em Gaza

eu dizia: corra, Ahed
não morra, Zakari
a morte, Mohammed
é um estrondo que vem do mar





terça-feira, 24 de março de 2015

Reza


Google - sem informação de autoria

a boca aberta, as mãos
os olhos, as dores que ergue
e faz pender entre os braços

a palavra deus devolvida
à mecânica da língua

a pele fina dos pés
aos desejos do fundo

sábado, 14 de março de 2015

Bordas

Google - sem informação de autoria


dizer do amor que nada se move
como naquela fotografia:

o lago do dragão, as velhas pontes
um Fuji-Sama de mentira
ardendo pequeno, desacordado
(impossível saber se sorríamos)

dizer, amor, que nada comove tanto
como os carros quando deitam suas luzes
sobre as frestas de um teto lento, insone

é quando tua falta me come
sórdida e vagarosamente
soprando a noite pelas bordas

quarta-feira, 11 de março de 2015

Garras

Google - sem informação de autoria


dora não sabe do risco vermelho 
no canto da minha boca

não pesa quando anda
não sofre suas garras
não crê que bendigo a casa
beijando a jaula, os demônios

dora, esse risco vermelho
essa dor de papel cortando
o canto da minha boca

mal vê que atravesso a sala
o corpo coberto de chamas