domingo, 23 de outubro de 2016

Meteoros

Google - sem informação de autoria


despenco sobre os acontecimentos
(há tanta beleza e selvageria)

os homens em torno da mesa
ainda falam sobre Dylan
e eu penso what's a sweetheart like you
doin' in a dump like this?

há tempos falamos alto
e distraímos a morte
colhendo flores
traindo desertos

de todo modo, cá estamos
feras e meteoros
em algum ponto
entre o céu e o asfalto
passando sem ser vistos


quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Deuses


Google - sem informação de autoria


é sempre o mesmo poema
este em que digo do amor 
ou outra espécie de orfandade

mas ele pede que eu escreva
ele teme que eu me esqueça
e à semelhança de outros deuses 
se põe a catar serpentes sob meus ossos

é sempre o mesmo poema
que me abre que me quebra que me come 
e nunca nasce