domingo, 13 de agosto de 2017

Nomes

Imagem: Balneário dos Prazeres - Pelotas/RS - década de 50


depois de tudo
detrás daquela ruína
o altar que vi quando menina
ainda guarda os olhos de meu avô

aqui está o meu coração:
este amontoado de palavras
extraordinariamente pequenas
a dizer as coisas mais fundas

aqui,
nas duas notas que escuto
no que andamos distraídos
sobre o ouro que escondemos
antes mesmo da erosão

há um nome para cada coisa nesta tarde:
o misterioso vazio no centro do tronco
a sombra de tua mão sobre o meu ombro
a imensa lagoa que vai dar no mar


0 comentários:

Postar um comentário